literatura infatil e juvenil de santa catarina

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
magna.art.br

50 melhores histórias infantis
VOLTAR
RESENHA

Por Aline Cavalheiro
Acadêmica do Curso de Pedagogia/UFSC
Bolsista Pró-extensão
2013

O livro 50 melhores histórias infantis, organizado por Izabelle Valladares e Merari Tavares é uma coletânea que reúne 50 contos, escritos por autores de diferentes partes do país. Interessa-nos, para este texto, a produção de três autores, especificamente, por serem eles catarinenses: Arlete Trentini, J. C. Bridom e José Wilmar.

  O conto de Arlete Trentini “Ricotinha é especial” apresenta a história de uma vozinha que vivia numa pequena cidade do interior e que gostava muito de contar histórias para seus netos, e essa narrativa é sobre um anel perdido, que foi parar nos pés de um pintinho.

  J.C. Bridom, no conto “Um natal encantado”, narra uma história passada pelo próprio autor, que, numa noite especial de Natal, ainda menino, sonhava ganhar uma bicicleta do Nicolau. Esperava e rezava para que seu desejo se realizasse. Na hora de abrir seu presente, o menino teve uma grande surpresa e aprendeu uma bela lição natalina.

  José Wilmar, em “Grandes amigas”, apresenta uma reflexão sobre amizade.Para isso, conta sobre a relação carinhosa entre as amigas  Grazi e Meiry. A primeira, adoentada, recebe da segunda uma prova de amizade, pois Meiry não sai do seu lado durante a enfermidade, transmitindo fé, vontade e esperança.

TAVARES, Merari; VALLADARES, Izabelle. (Org). 50 melhores histórias infantis. Il. Danilo Marques. São Paulo: Literarte, 2012.


AUTORES

Imagens