literatura infatil e juvenil de santa catarina

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
magna.art.br

A Força do Afeto
VOLTAR
RESENHA

por Luana Madaloni da Silva e Sabrina Francisco
Acadêmicas do Curso de Pedagogia – UFSC
Bolsista PIBIC 2011/2012 – Bolsista Pró-Extensão
2012

No livro A força do afeto (1996), a escritora Rosilene Tondello trabalha com um sentimento muito forte: a amizade, possibilitando às crianças uma reflexão sobre as relações do bem-viver, a partir da disputa estabelecida pelas duas personagens da narrativa, de que  é necessário compartilhar, dividir o que temos. O livro, ilustrado por Francisco Mibielli, é composto de imagens que dialogam com o texto.

A narrativa gira em torno da discussão entre duas meninas, Mariana e Bianca, e tudo tem início quando a primeira convida a segunda para ir à sua casa conhecer a sua nova boneca. Lá chegando, Bianca quer brincar com a boneca, mas Mariana, com ciúmes, não deixa, e elas acabam brigando. Chateada, Bianca vai para casa alegando não ser mais amiga de Mariana. A mãe, que assistiu à discussão, intervém, conversando com a filha, e lhe explica a necessidade de aprender a dividir as coisas, a tratar bem os amigos. Ao mesmo tempo, ao se notar brincando sozinha, Mariana sente falta de uma amiga para compartilhar suas brincadeiras. Nesse momento, Bianca voltou à a casa de Mariana para lhe dizer que gostava muito dela e não queria brigar. Mariana, por sua vez, pediu desculpas a Bianca e falou sobre a descoberta do pensamento de egoísmo, que estava cultivando e que combateu, graças à conversa que mãe teve com ela, e convida a amiga para brincar com a boneca nova. 

De forma simples, a autora consegue nos mostrar a importância e o valor de uma amizade e o quanto temos que ceder e aprender a compartilhar para que esta prevaleça. 


TONDELLO, Ondina Rosilene Fortes. A força do Afeto. Il. Francisco Mibielli. Florianópolis: Papa-Livro, 1996. 12 p 


AUTORES

Imagens