literatura infatil e juvenil de santa catarina

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
magna.art.br

Crime na Baía Sul
VOLTAR
RESENHA

Por Rafaella Machado
Mestre em Educação pela UFSC
2013

Crime na Baía Sul

Por Rafaella Machado

Mestre em Educação pela UFSC

2013

A novela policial, como é descrito na primeira página do livro Crime na Baía Sul, de Glauco Rodrigues Corrêa, foi publicada em 1981.

Um caso misterioso, acontecido na cidade pacata de Santo Anastácio do Roçado, movimenta esforços de todos os moradores para ser solucionado. As páginas, em preto e branco, com o sumário parecido ao de uma revista ou um jornal, trazem o aspecto de notícia para o desenrolar da história. O caso é narrado em primeira pessoa, por Jerônimo, um funcionário dos Correios, que viu sua grande oportunidade de publicar um livro contando o mistério do desaparecimento do menino Claudinho, de 11 anos.

Jerônimo, grande leitor de novelas policiais, acompanhou todo o caso bem de perto e pôde narrar e fazer questionamentos diversos às pessoas envolvidas, tanto familiares, como outros cidadãos que conheciam o menino desaparecido. Amigo do delegado, ele ajudou na resolução do caso.

A leitura flui e o pensamento do leitor acompanha cada nova pista sobre o mistério, cada cidadão é um suspeito, e o culpado... bem, o culpado é um oportunista, ou será que não?

CORRÊA, Glauco Rodrigues. Crime na Baía Sul. 2 ed. São Paulo: Ática, 1981. 


AUTORES

Imagens