literatura infatil e juvenil de santa catarina

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
magna.art.br

O canto de Ângelo
VOLTAR
RESENHA

Por Aline Effting
Acadêmica Curso de Pedagogia – UFSC
2014

O livro O canto de Ângelo, de Cristina Marques, pertence à coleção Toda Arte. Ela é presidente do Instituto Evoluir de Blumenau e criadora de vários projetos voltados à literatura. A narrativa em questão é ilustrada pelo catarinense Rubens Belli.

O livro é narrado em terceira pessoa, cujo personagem principal é Ângelo, um adolescente que diz ser diferente por conta da sua voz, que é grossa como um trovão. O personagem principal se defronta com a ideia de que sua voz não era normal, por isso era motivo de humilhação. Até que um dia sua professora de canto descobriu o seu talento para o canto lírico, mas Ângelo não acreditava na sua capacidade. O adolescente só se motivou para a música devido ao seu encantamento por Joana, a menina mais linda da classe. Ela tinha uma paixão gigantesca pela música, assim fez com que Ângelo lhe acompanhasse nesse sonho que resultou em uma belíssima apresentação.

A narrativa apresenta diálogos e se passa em três espaços distintos: a escola, a casa de Ângelo e o teatro. Os personagens que compõe a história são: Ângelo, Joana, professora Ariadne, Maestro Júlio, Dona Sílvia, Doutor Clóvis, Sr. Jorge, professor Eduardo, Barbara e Carlinhos.

No final do livro há um paratexto acerca da produção do livro e do canto lírico, que, juntamente com as ilustrações, complementam a história e ampliam a capacidade de compreensão da leitura. De forma geral, a narrativa reflete sobre as diferenças e que somos capazes de conquistar tudo o que queremos se nos dedicar ao máximo.

MARQUES, Cristina. O canto de Ângelo. Ilustração de Rubens Belli. Blumenau: Edição do autor, 2010. 32 p.


AUTORES

Imagens