literatura infatil e juvenil de santa catarina

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
magna.art.br

O Feijãozinho Falante
VOLTAR
RESENHA

por Aline Cavalheiro
Acadêmica do Curso de Pedagogia – UFSC
Bolsista Pró-extensão
(2012)

O livro O Feijãozinho Falante, de Janice de Bittencourt Pavan, conta a história de Larinha, uma menina de 6 anos, que vivia imaginando! A mãe de Larinha, D. Elena, dava asas a essas imaginações. 

Um dia, antes de ir para aula, Larinha viu sua mãe escolhendo feijões e perguntou o motivo da escolha dos feijões. Sua mãe explicou que entre eles podia haver alguns bichinhos e pedrinhas, e logo Larinha estava ajudando sua mãe naquela tarefa. Nessa escolha, a menina encontrou um feijão diferente dos outros, era vermelho e bem rechonchudo, que pedia socorro à menina. 

Larinha pegou o feijãozinho em suas mãos e ficou extremamente eufórica, o colocou em sua mochila e foi para a escola. Chegando lá queria logo contar a novidade para seus amigos na “hora da novidade”.  

Mas o feijão logo pediu para a menina não contar o segredo dos dois e, na hora de socializar sua novidade, a menina contou para seus amigos que tinha aprendido a colocar o feijão no fogo, e as crianças adoraram a novidade. 

Logo a menina e o feijão ficaram amigos, e, quando chegaram em casa, o feijão pediu que a menina o plantasse,. A mãe de Larinha, então, plantou o feijãozinho no algodão e aí aconteceu a germinação do seu amigo: brotou e criou raiz, cresceu o caule e deu muitos feijõezinhos, com muitas confusões no meio desse crescimento, mas que você só vai saber se ler o livro. 


PAVAN, Janice C. de Bittencourt. O feijãozinho falante. Blumenau: Nova Letra, 2012. 60 p. 


AUTORES

Imagens