literatura infatil e juvenil de santa catarina

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
magna.art.br

Sementes da Paz
VOLTAR
RESENHA

por Luana Madaloni da Silva
Acadêmica do Curso de Pedagogia – UFSC
Bolsista PIBIC 2011/2012
2012

Neste livro, Sementes da paz (2000), classificado em 1º lugar no concurso nacional “Por uma nova cultura de Paz”, realizado pela Fundação Logosófica em Prol da Superação Humana, de Belo Horizonte, inspirada no pensamento da ONU – Organização das Nações Unidas, que instituiu o ano 2000 como “Ano Internacional da Paz”, Rosilene Tondello apresenta muitas sementes, valores essenciais para a conquista da paz no dia a dia. 

O enredo nos leva a refletir sobre a importância do cuidado que devemos ter com nossos pensamentos e sentimentos, através de uma história rica e estimulante, que se passa em uma escola, onde os professores, preocupados com a violência, a agressividade, que observam crescer a cada dia, se preparam para viver a festa de encerramento do ano letivo. 

A história ressalta a importância do cultivo de virtudes para a conquista da paz, ora através de diálogos entre mãe e filhos, ora em discurso de abertura da festa, ora através de carta de aluna a uma de suas professoras. A autora apresenta uma imagem bastante sugestiva, comparando a conquista da paz com o cultivo de uma planta: se quero colher determinada fruta devo plantar sua semente e oferecer-lhe todo o cuidado necessário para que cresça vigorosa e dê bons frutos. Assim é com a paz, a qual não podemos pretender colher regando diariamente um pé de guerra. 


TONDELLO, Ondina Rosilene Fortes. Sementes da Paz. Il. Francisco Mibielli. Florianópolis: Crifasemar, 2000.


AUTORES

Imagens