literatura infatil e juvenil de santa catarina

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
magna.art.br

Roberto Gomes
VOLTAR

por Simone Cintra
Estágio pós-doutoral
Programa de Pós-graduação em Educação – PPGE/UFSC
2012

Roberto Gomes nasceu em Blumenau, Santa Catarina, no dia 8 de outubro de 1944. Formado em filosofia, foi professor da Universidade Federal do Paraná e dirigiu a editora desta instituição entre os anos de 1990 a 1998. Atualmente dirigi a Criar Edições, por ele reativada em 2000, e publica crônicas no Caderno G do Jornal Gazeta do Povo. 

A Crítica da Razão Tupiniquim foi o seu primeiro livro, tratando-se de uma obra da área da filosofia, foi publicado em 1977 e encontra-se na 13ª edição (2004). 

Escreveu romances, crônicas, contos e livros de literatura para crianças e jovens. Com o romance Alegres memórias de um cadáver recebeu, em 1979, o Prêmio José Geraldo Vieira e com a obra de literatura infantil O menino que descobriu o sol recebeu o Prêmio Jabuti em 1982. Seu conto Sabrina de Trotoar e de Tacape foi adaptado para o cinema, resultando na criação do longa-metragem Flor do Desejo. Sua obra foi também adaptada para o teatro: em 1985 foi criado um musical infantil a partir do livro O menino que descobriu o sol e em 2007 o Grupo Pé no Palco, de Curitiba, PR, levou aos palcos o espetáculo O amor, seja como for, baseado em onze contos de sua autoria.  


Seus livros publicados são:


Romances 

- Alegres memórias de um cadáver,1979;

- Antes que o teto desabe, 1981;

- Terceiro Tempo de Jogo, 1985;

- Os Dias do Demônio, 1995;

- Todas as casas, 2004;

- Júlia, 2008;

- O conhecimento de Anatol Kraft, 2011.


Contos

- Sabrina de Trotoar e de Tacape, 1981;

- Exercício de Solidão, 1998. 


Literatura infantil e infanto-juvenil

- Carolina do nariz vermelho, 1986;

- Aristeu e sua aldeia, 1987 ;

- O menino que descobriu o sol 1995;

- A difícil arte de ser urubu, 2001.


Crônicas 

- O Demolidor de Miragens, 1983;

- Alma de bicho, 2000.


BIBLIOGRAFIA