literatura infatil e juvenil de santa catarina

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
magna.art.br

A de Amor, A de ABC
VOLTAR
RESENHA

por Ingobert Vargas
Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Educação, UFSC.
2012

A de amor A de ABC, lançado em 1999, pela Editora Papa-Livros, foi escrito pela catarinense de Campos Novos Eloí Elizabet Bocheco, professora de língua e literatura, “que escreve literatura para crianças e jovens, e a quem interessar possa”, como ela mesma refere na entrevista concedida ao blog Palavra Fiandeira (julho, 2010).

O abecedário poético da Eloí nos mostra um universo de imagens divertidas. Seja no mole destino da lesma, ou nos fios de lenda das meias de renda da Ema, ou nos comprimidos do tamanduá, o leitor é convidado a embarcar numa brincadeira com palavras, ritmos e sons.

A autora mantém a característica do texto ritmado nesta obra, exigindo-nos cantar em vez de ler seu abecedário poético, fazendo-nos cócegas no céu da boca com “a festa do avestruz”, por exemplo. No texto de orelha do livro, o professor Paulo Bragatto Filho chama a atenção para a intertextualidade da obra de Eloí “não apenas com o repertório da antologia poética popular, mas também com aquele das cantigas de roda e ninar, com as brincadeiras e ludismos verbais da infância”. Ressalto, no texto do professor, a afirmação de que o abecedário poético de Eloí Bocheco “é um livro grávido”, pois mexe com o imaginário de todo leitor.

As ilustrações são assinadas por Francisco Mibielli, mineiro erradicado em Florianópolis/SC. 


BOCHECO, Eloí Elisabet. A de amor A de ABC. Il. Francisco Mibielli. Florianópolis: Papa-Livros, 1999.


AUTORES

Imagens