literatura infatil e juvenil de santa catarina

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
magna.art.br

Cobra Norato e outras miragens
VOLTAR
RESENHA

Por Simoni Conceição Rodrigues Claudino
Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Educação – UFSC
Professora de Educação Infantil da Prefeitura de Florianópolis – SC
2016

O livro de autoria de Eloí Bocheco, Cobra Norato e outras miragens,com ilustrações de Dane D’Angeli, da editora Habilis Press, escrito em 2016, está entre os livros selecionados pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), para compor o Catálogo de Bolonha de 2017. A autora e o ilustrador são apresentados aos leitores nas páginas finais do livro, com uma breve biografia escrita em primeira pessoa e com a foto de ambos nas páginas. Todos os créditos e a ficha catalográfica se encontram no final da publicação.

O livro tem em sua capa a imagem de um fundo do mar atravessado pela ilustração colorida, brilhante e destacada num relevo diferenciado, do corpo de uma enorme serpente. A cobra está na capa inicial e adentra o livro através de suas “orelhas”, e vai se apresentando ao leitor na dedicatória, na citação de Carlos Rodrigues Brandão, referendada ao final do livro, no enredar do primeiro conto do “Cobra Norato”, que em seis páginas se apresenta ao leitor. Além de uma escrita envolvente, a ilustração muito bem casada com o texto amplia o repertório imaginativo do leitor. E a serpente retorna em ilustração na página final, na orelha final e na capa final, envolvendo todo o livro e destacando-se enquanto texto que deu parte de seu nome ao livro.

As demais “miragens”, todas envolventes e surpreendentes no texto e nas ilustrações, trazem a história de personagens folclóricos da cultura oral brasileira e são apresentados de um modo descontraído e maravilhoso. Estão no livro: o Saci-Pererê, a Mula-sem-Cabeça, o Curupira, o Negrinho do pastoreio, o Boitatá, a Vitória-régia, o Pinheiro dourado, a Mani, a Iara, o Pedro Malasartes, a Pisadeira, o Caboclo d’água, a dona Matinta, o Uirapuru e o Boto.

Ao todo, o livro reúne dezesseis poemas, onde dezesseis personagens são apresentados aos leitores, que, a depender da região onde moram e das histórias ouvidas ou lidas noutras referências, já os conhecem ou não. Em os “Conhecendo” conseguem perceber na escrita a magia e o encantamento das personagens; em “Não os conhecendo” se enreda na trama da escrita e lhe é propiciada a possibilidade de pesquisa e de vir a conhecer esses outros personagens que compõem a rica e ampla tradição oral do povo brasileiro.

BOCHECO, Eloí. Cobra Norato e outras miragens. Ilustração de Dane D’Angeli. Erechim, RS: Habilis Press, 2016. 


AUTORES

Imagens