literatura infatil e juvenil de santa catarina

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
magna.art.br

Como Chico chegou à Lua
VOLTAR
RESENHA

Por Tatiana Rosa dos Santos
Mestre em Poéticas Visuais – CEART – UDESC
2013

Como Chico chegou à Lua é o segundo livro de Dani Garcia e foi ilustrado por Guilherme Roemers, natural de Itajái (SC), então, com 12 anos de idade. Neste livro, a escritora conta a história de Chico, um menino de 12 anos, que era muito sabido em cálculos. Ele sempre tirava nota máxima em Matemática, ganhava prêmios, medalhas de ouro nas competições e, claro, vencia ano após ano, as Olimpíadas de Matemática. Por seu talento e dedicação, era muito querido pelos professores e diretor da escola.

Toda essa facilidade com os cálculos e a matemática levou o menino a cultivar uma vida introspectiva de estudo e reflexão. “Era apenas ele e ele, em seu próprio mundinho, descobrindo mais e mais equações.” Sua vida dedicada aos cálculos, seu prestígio de aluno “nota 10” e sua autoconfiança exagerada, afastaram-no do convívio de outros meninos da mesma idade. Chico não tinha amigos. No seu mundinho, escondido de todos, nutria o desejo secreto de ir à lua.

Uma noite, porém, ele teve um sonho no qual conheceu Vicente, um menino que lhe ensina que não existe “lua” sem imaginação e amizade.

GARCIA, Dani. Como Chico chegou à Lua. Il. Guilherme Roemers. Balneário Piçarras: Do Autor, 2012.


AUTORES

Imagens