literatura infatil e juvenil de santa catarina

Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
magna.art.br

O Abraço do Gigante
VOLTAR
RESENHA

Por Lilane Maria de Moura Chagas
Professora do Departamento de Metodologia de Ensino do Centro de Educação da Universidade de Santa Catarina/ MEN/CED/UFSC
2020

O livro O Abraço do Gigante foi escrito por Nana Toledo, ilustrado por Anelise Zimmermann, e publicado pela editora Gato Leitor, em 2017. Trata-se de uma narrativa distribuída em 36 páginas, com ilustrações que dialogam com o texto escrito em um contínuo movimento.

O leitor encontra, ao virar as primeiras páginas, os dados de identificação, créditos, ficha catalográfica em conjunto com uma dedicatória poética da escritora e da ilustradora aos seus familiares: ao pai “grande navegador de mares sonoros e musicais” (Nana), a mãe, “uma destemida aventureira” (Anelise).

O Abraço do Gigante é uma história que conta a relação de uma pequena menina de cabelos azuis que brinca na beira da praia e experimenta muitas sensações ao avistar o mar. Ela conta que “fugia das ondas, colocava um pé de cada vez e com todo o cuidado tentava entrar” (TOLEDO, 2017, p.?). E de repente, um encontro incrível e cheio de surpresa com uma preciosa concha acontece e o mundo da imaginação “deságua” no mar em outras brincadeira, aventuras, seres e canções. E na sua imagina(ação) escuta “seus pensamentos em forma de versos sussurrados da concha que a desafia a mergulhar na ambiência oceânica. “ZUM, ZUM, ZUM... VAMOS IMAGINAR? SOU UM VERSO, UMA CANÇÃO. SOU A VOZ QUE TE ENCANTA. VAMOS MERGULHAR? ”(TOLEDO, 2017, p.?), com uma atitude cheia de coragem, menina e leitor mergulham na imensidão do mar com ritmo e poesia.

Em cada página, a narrativa verbal e visual se entrelaçam poeticamente como uma dança e também como um grande abraço, por expressar diversos sentimentos e atitudes como: alegria, medo e ações de curiosidade e entrega. E no vai e vem do mar e da brincadeira com ele, a menina de cabelos azuis é surpreendida por um enorme abraço.

O leitor encontra poesia nas palavras e nas imagens e é convidado a adentrar no universo do mar, pelas cores, movimento, formas e leveza da ilustração, como se em cada imagem e palavras o leitor pudesse sentir a brisa quase sempre presente na praia, o calor do sol, o cheiro de maresia e o movimento das ondas que se aproximam, se distanciam, quebram-se na beira da praia e refluem. É assim que a narrativa visual convida o leitor a sentir em cada página do livro e a observar as cores, os traços, formas e sequência da onda que parece se repetir, mas ao mesmo tempo, em algum movimento pouco perceptível parece se distinguir nos espaços das páginas do livro produzindo uma rebentação generalizada em que o leitor visualiza o alastrar da espuma na beira do mar, bem como as brincadeiras reais e possíveis de se imaginar lá no fundo. No diálogo constante entre escritora e ilustradora, temas diversos são abordados como imaginação, fantasia, infância, criança, brincadeira, poesia entre outros.  É uma história inesquecível, sensível para os apaixonados pelo mar. Vamos mergulhar nesta história, nessa onda, na imensidão do mar?

REFERÊNCIA

TOLEDO, Nana. O Abraço do Gigante. Il.: Anelise Zimmerman. Blumenau: Gato Leitor, 2017.


AUTORES

Imagens