literatura infatil e juvenil de santa catarina

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
magna.art.br

O bicho-papão não é mais aquele
VOLTAR
RESENHA

Por Rosilene F. Koscianski da Silveira
Mestre em Educação/UNESC
Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação – PPGE/UFSC

Bolsista do Programa de Apoio à Manutenção e ao Desenvolvimento da Educação Superior– FUMDES
2013

O livro O bicho-papão não é mais aquele! foiescrito por Iêde Cardoso dos Santos,publicado em edição do autor, em 2012, e ilustrado por Juliano Jaksom. A biografia da autora está na contracapa do livro. A ilustração, a disposição do texto escrito e as letras em maiúsculo mostram que é uma obra que se destina, em especial, aos leitores iniciantes.

A escritora conta que O bicho-papão não é mais aquele! foi inspirado num diálogo real entre duas crianças de idades diferentes. A maior, ao tentar convencer a menor a dar-lhe a mão para caminhar na rua, utiliza-se da ameaça do bicho-papão. A pequena cede imediatamente, obedece. É a reprodução de uma educação pelo temor. Intrigar-se com essa atitude das crianças, fez Iêde se propor a contar outra versão do bicho-papão e, com ela, dar a oportunidade às crianças de conversarem sobre seus temores. É um livro de literatura infantil que se propõe a ser educativo, definindo objetivos gerais e específicos, que estão explícitos na parte interna da capa do livro, e que pretendem, entre outras questões, ajudar a criança a “aprender brincando, [...] lidar com medos e fobias e despertar [nelas] o gosto por: escrever, ler, interpretar...” (s/p).

Há diferentes bichos-papões nessa história. O bicho-papão do Filipe “é bem bonzinho e também muito guloso, come de tudo. Gosta muito de mel”.  Afinal ele mora em Içara que é a capital do mel. Entretanto, para os amiguinhos de Filipe, o bicho-papão é assustador, pois “se não comer tudo, o bicho-papão come! Se fizer xixi na cama, o bicho-papão te pega! Se gritar, o bicho-papão te carrega no saco! – É pra ter medo dele!”. Filipe explica aos seus coleguinhas que “o bicho-papão é brincalhão! Ele adora brincar de esconde-esconde. [...] – Quem estuda, brinca, ama a família respeita os mais velhos, cuida dos animais, da natureza [...] não deve ter medo de nada” muito menos do bicho-papão.

O bicho-papão não é mais aquele! é uma narrativa que se assume como didático-pedagógica. Como outros exemplares do gênero, não resiste à tentação de dar conselhos aos pequenos e acalentar a criança “boazinha”, indicando os caminhos do bem a serem seguidos. Pode ser lido por leitores de todas as idades. Conquista pelo seu colorido, pela temática em sua apresentação simples e pelo diálogo direto com seus leitores.

SANTOS, Iêde Cardoso dos. O bicho-papão não é mais aquele! Il Juliano Jaksom. Içara: Ed. do autor, 2012.


AUTORES

Imagens