literatura infatil e juvenil de santa catarina

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
magna.art.br

O menino que consertou a lua
VOLTAR
RESENHA

Por Ana Maria Alves de Souza
Mestre em Antropologia (UFSC/2003)
Mestre em Literatura (UFSC/2011)
2013

O livro O menino que consertou a lua, escrito por Gilka Girardello, traz uma história inserida no processo de contação de histórias. Os créditos da história são para Iur Gomez, que é também o personagem principal. Gilka Girardello é quem escreve o texto contando uma história que lhe foi contada ao pé do ouvido.

A história começa quando a mãe de Iur era menina e viu na tv a notícia do primeiro homem que foi à lua, para nunca mais esquecer. Quando casou e teve um filho, o personagem principal da história, que recebeu um nome que brinca com as letras do nome do astronauta. Um dia, quando Iur procurava algo diferente para brincar com seu amigo imaginário, sua mãe lhe falou que os astronautas vão lá no céu para consertar a lua quando ela quebra. Iur gostava de ver a lua passando lentamente, de lado a lado de sua janela, como num filme animado. Como ficou preocupado, desse dia em diante passou a controlar o funcionamento da lua. Quando cresceu, Iur tornou-se um fazedor de filmes, de tanto que gostava de assistir à lua se movendo no quadro de sua janela. A narrativa termina no tempo presente, dizendo que, quando ninguém está por perto, Iur, agora adulto, ainda chama seu amigo imaginário para continuar a brincadeira.

O menino que consertou a lua” tem ilustrações de Fernando Lindote, artista plástico que já representou Santa Catarina na 29ª Bienal de São Paulo, em 2010. Lindote se expressa através do desenho e da aquarela para compor a narrativa visual, que ganha, a cada bloco de texto, uma página inteira para ilustrar. Os desenhos trazem uma noção de espaço e de movimento, brincando na folha com a temática da história. O colorido é suave e deixa ver bem a tinta diluída da aquarela.

A coordenação editorial e o design gráfico foram feitos por Vanessa Schultz, que foi quem, originalmente, concebeu a ideia do livro, integrando-o a uma exposição interativa, chamada Papel-mundo, realizada em Florianópolis em outubro de 2013, no Espaço Cultural Governador Celso Ramos, projeto patrocinado pelo BRDE, por meio da Lei Rouanet de incentivo à cultura. O objetivo de Papel-mundo foi fazer as crianças perceberem que podem escrever um livro a partir de suas próprias histórias. A produção ficou a cargo de Denise Bendiner e a revisão do livro foi feita pelo poeta Dennis Radünz.

GIRARDELLO, Gilka; GOMEZ, Iur. O menino que consertou a lua. Il. Fernando Lindote. Florianópolis: Pirilampejo, 2013.


AUTORES

Imagens