literatura infatil e juvenil de santa catarina

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
magna.art.br

O sonho de XAMÃ
VOLTAR
RESENHA

Por Cíntia Rodrigues de Andrade Assunção
Acadêmica do Curso de Pedagogia – UFSC
2016

O livro O sonho de XAMÃ, escrito por Sérgio Medeiros e com ilustrações de Graziella Mattar, conta a história de um velho índio Guarani, que através de seus sonhos se tornou sábio. Em muitos de seus sonhos o velho Xamã aparece os jogos olímpicos o que animou o restante da aldeia, que a partir disso passaram a se organizar em grupos para praticar alguns dos jogos evidenciados por Xamã.

O sonho mais comentado entre os índios eram como os jogos olímpicos aconteciam na Grécia. O jogo de flechas foi o que mais encantou a aldeia, pois de acordo com Xamã, as flechas não eram utilizadas para guerras e, sim, somente nas competições, o que motivou ainda mais os índios a praticarem o esporte. Dessa forma, passaram a acreditar que a Grécia, onde acontecia as olímpiadas, era a Terra Sem Mal.

Como se esperava, o entusiasmo tomou conta da aldeia e os índios não sossegaram até convencer Xamã de os levarem até a Terra Sem Mal para participar das Olimpíadas. Durante a viagem os índios encontraram o índio Macunaíma e o caçador Xavante, o primeiro disse que iria se transformar em uma canoa para que todos pudessem atravessar o mar e assim chegar a Terra Sem Mal, o segundo, por sua vez, dizia-se muito habilidoso no tiro com arco e assim os dois se juntaram ao sábio Xamã e sua tribo nessa viagem eletrizante.

No entanto, quando estavam prestes a atravessar o mar, Macunaíma que havia prometido transformar-se em canoa, começou a falar que já estava com saudades da floresta e assim como um passe de mágicas, transformou-se em uma flecha veloz e voou com todos de volta para a floresta. Os índios, no primeiro momento, ficaram tristes, pois queriam viajar até a Grécia, mas o sábio Xamã como líder que era, disse aos índios que o importante era ter espírito esportivo, que um dia participariam das Olimpíadas e seriam campeões.

Logo após a narrativa, o livro traz algumas informações sobre os povos indígenas citados na história, bem como, sobre os jogos olímpicos. Por fim, apresenta-nos algumas informações sobre o autor Sérgio Medeiros e a ilustradora Graziela Mattar.

MEDEIROS, Sérgio. O sonho do Xamã. Ilustração de Graziella Mattar. São Paulo: Publifolhinha, 2014. 


AUTORES

Imagens