literatura infatil e juvenil de santa catarina

Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
magna.art.br

Cacá um amigo especial – Jogando limpo com a natureza
VOLTAR
RESENHA

Por Maria de Fátima Tonin Lunardi.
Mestre em Educação/Pesquisadora/Colaboradora
2013

Cacá um amigo especial – Jogando limpo com a natureza, livro de Luiz Ferreira, apresenta uma narrativa em prol da natureza. Num vilarejo de pescadores, morava o menino Guilherme que desenhou um caranguejo na aula de Ecologia e Meio Ambiente e tirou 10. Ao chegar em casa, o menino contou a sua mãe sobre a escola: as coisas aprendidas, como sobre o aquecimento global e a falta de água, e resolveu dar nome ao caranguejo, que desenhara na escola, ele se chamaria Cacá. À noite, a mãe conta ao menino a história de um grande caranguejo vermelho que morava no mangue. O menino adormeceu sem ouvir o final da história. No decorrer da noite, enquanto Guilherme dormia, Cacá saiu do papel e convenceu o menino, sobre a importância de conscientizar as pessoas de que a terra é nossa casa, precisamos protegê-la e mantê-la limpa e saudável; contou, também, como os índios viviam, falou sobre a importância de evitar a poluição, economizar água, energia, reciclar o lixo, não poluir o mar, não cortar árvores para preservar o planeta terra; falou sobre o problema e as consequências da agressão à camada de ozônio, do efeito estufa e da grande quantidade de lixo produzido pela humanidade.

FERREIRA, Luiz. Cacá um amigo especial – Jogando limpo com a natureza. Il. Blumenau: Nova Letra, 2008. 


AUTORES

Imagens