literatura infatil e juvenil de santa catarina

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
magna.art.br

Luiz Ferreira
VOLTAR

Por Maria de Fátima Tonin Lunardi.
Mestre em Educação/Pesquisadora/Colaboradora
2013

Luiz Ferreira da Silva nasceu em Blumenau (SC), em 16 de agosto de 1938. Este catarinense, autodidata em pedagogia, história e literatura infantil, sempre teve o sonho de ser professor. Frustrado por não ter seguido a carreira de professor, Luiz Ferreira, como gosta de ser chamado, tem muito do seu pai-professor, José Ferreira da Silva, um dos maiores historiadores e escritores que Santa Catarina já teve, autor de dezenas de livros, que o alçaram à Academia Catarinense de Letras.


Luiz Ferreira iniciou seus estudos em Piçarras, formou-se em Economia pela Fundação de Estudos Sociais do Paraná, em 1968. No entanto, trabalhou na área comercial no setor de informática, entre os pioneiros que desbravaram esse mercado no Brasil.

Além dos seminários, das palestras, dos livros escritos de literatura infantil, Luiz Ferreira, em 2007, destacou-se, foi um dos 40 selecionados (entre 870 histórias, em todo o país), para participar do Projeto “Revelando os Brasis II”, cujo escopo é transformar as histórias criadas pelos participantes em um curta metragem. O concurso promovido pelo Ministério da Cultura e pelo Canal Futura, da Fundação Roberto Marinho, produziu, no Rio de Janeiro, uma animação que versa sobre a lenda, criada por ele, das pedras gêmeas, que identificam o Balneário Piçarras – Ilhas Itacolomi – sob o título: Quando o Amor é Eterno. 

Autor de livros infantis para iniciação e incentivo à leitura e sobre a história de municípios para crianças, Luiz Ferreira fala que o problema da educação no Brasil é a falta de leitores e o pouco interesse pela leitura, além da falta de conhecimento das próprias histórias dos seus municípios. Por isso, depois de mais de 20 anos de estudos, criou os projetos: “Programa LER É SABER”, de Iniciação e Incentivo à Leitura” e “História da Minha Terra”. E está desenvolvendo livros para a coleção “Histórias para Ler e Contar", obras estas que estão sendo difundidas nas escolas fundamentais de vários municípios de Santa Catarina e do Brasil. O autor faz parte do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, onde tomou posse em meados de dezembro de 2009. A inconformidade de Luiz Ferreira sempre foi com o menosprezo para com a classe dos mestres, em todos os níveis. Todavia, sua luta continuou sempre árdua e, mesmo seguindo caminhos profissionais diversos ao seu objetivo, paralelamente, manteve a esperança de realizar o seu sonho de preparar as crianças para um futuro que representasse um mundo melhor, mais letrado, menos marginalizado.


BIBLIOGRAFIA