literatura infatil e juvenil de santa catarina

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
magna.art.br

Sérgio Jeremias de Souza
VOLTAR

por Maria de Fátima Tonin Lunardi
Mestre em Educação/pesquisadora colaboradora
2012

Sérgio Jeremias de Souza nasceu em Travessão, lugarejo do município de Braço do Norte, Estado de Santa Catarina, em 7 de agosto de 1965. Começa a escrever para crianças em 1984, quando universitário. Nesse ano, publica Benina Bernunça com Dor de Barriga, obra classificada no concurso promovido pela LADESC e premiada no 1º Concurso de Histórias para a Infância Catarinense. 


Segundo o autor, a partir daí se inicia a sua produção, de forma mais intensiva, publicando: 

Meu amiguinho Drumps; 

Uma chama adormecida;

Um anjinho apaixonado;

O Mistério na lua de Egborn;

 As Aventura dos gnomos Tchulks;

A bengala luminosa;

Querem derrubar nossa árvore; 

A Menina que Entendia os Corações; 

A floresta dos sentimentos; 

O Samurai e a Caixa de Cristal; 

O guardião dos Sonhos no Labirinto de Vidro; 

Um monstrinho no coração 

No mundo da lua 

O pequeno duende guerreiro; 

O Deus-poeta que amava a noite 

Anjos de uma asa só; 

Tob: o dinossauro;  

A verdadeira história do coelhinho da Páscoa;

Ismukis Azuis e Ismukis Vermelhos;

O pequeno Mugli.

Sérgio Jeremias começou a escrever enquanto estudante. Hoje é padre, exercendo a atividade de orientador no Seminário de Filosofia de Tubarão, no sul de Santa Catarina. Suas narrativas são bem construídas, no que diz respeito à linguagem, acentuando-se, em alguns textos, uma postura edificante Em sua bibliografia também constam algumas obras de cunho religioso, para crianças e jovens: Orações para jovens; Esta solidão de amigos; e Lembranças da Primeira Eucaristia.


BIBLIOGRAFIA