literatura infatil e juvenil de santa catarina

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
magna.art.br

Maria Helena Bazzo
VOLTAR

Por Maria Laura Pozzobon Spengler
Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação – PPGE/UFSC
2013

Maria Helena Bazzo é natural da cidade de Ouro, interior de Santa Catarina. Nasceu em 20 de fevereiro de 1955. É professora aposentada de séries iniciais, agora escritora. Trabalhou no Colégio Máter Dolorum, em Capinzal (SC), ministrando aulas para o Curso de Magistério.


Iniciou sua carreira na Educação, ao cursar o Magistério no Colégio Normal Mater Dolórum de Capinzal, no ano de 1973, atuou como professora na rede estadual e municipal de ensino, foi coordenadora pedagógica e diretora da escola municipal Viver e Conhecer e também do Colégio Cenecista Padre Anchieta, na rede particular de ensino, da cidade de Capinzal.

Dedicou-se a ações socioeducativas, oportunizando crescimento culturalà comunidade e seu entorno, com um trabalho de resgate literário, agindo como mobilizadora de ações educativas.

Em 2012, seus livros se transformaram em espetáculo teatral no espaço educacional de Santa Catarina com o título “Cirandas de Helena”, levando ao público a importância da preservação e o resgate das cirandas.

Sempre demonstrou gosto pela leitura e escrita, e, incentivada para publicar seus textos pela escritora Eloí Bocheco e pela professora Zenilde Durli, enviou seus textos para a revisão, para a editora da Unoesc e para o ilustrador e escritor Walther Moreira Santos, ilustrador de seus três livros produzidos para os leitores infantis, e deles recebeu apoio e incentivo para a publicação.

Para o público infantil, publicou os livros:

Olhos de espiar, boca de contar: seis crônicas com a pulsação da vida (2011);

Que saco! (2011);

Papel de gente (2013).


BIBLIOGRAFIA