literatura infatil e juvenil de santa catarina

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
magna.art.br

Paulo Venturelli
VOLTAR

por Maria Laura Pozzobon Spengler
Doutoranda em Educação - UFSC
2012

Paulo Venturelli nasceu em Brusque, SC, no Verde Vale do Itajaí, em 17 de dezembro de 1950. Filho de operários tecelões, estudou como interno em um colégio em Corupá, e, ainda adolescente, foi morar com os pais em Jaraguá do Sul, cidade na qual terminou sua educação básica, antigamente chamada de Científico.

Enquanto cursava o “científico”, criou uma coluna no jornal da cidade, e assim se arriscou a publicar seus primeiros contos, poemas e algumas resenhas. No ano de 1974, largou a pequena cidade do interior e se mudou para Curitiba, capital paranaense. Cursou a faculdade de Letras na Universidade Federal do Paraná. Em tempo de ditadura foi convidado para ser monitor de literatura brasileira, auxiliando professores na pesquisa e nas aulas.


Foi na Casa do Estudante Universitário, em Curitiba, que encontrou seus iguais: “outros idealistas apaixonados pelas letras, pelas artes e por esses caminhos sem margem. Formam um grupo compacto. Montam semanas de cultura, agitam o torpor de anos em que só o silêncio era permitido” (http://pauloventurelli.wordpress.com/biografia/).

Formou-se em 1978 e começou a dar aulas de Língua Portuguesa em colégios na cidade de Curitiba. Queria que seus alunos se formassem leitores. Por suas experiências didáticas, foi convidado pelo governo a colaborar na reelaboração do currículo de ensino de Língua Portuguesa de todo o Estado.

Além da Literatura, o teatro também se tornou uma de suas paixões.

Em 1990 tornou-se, então, professor efetivo da Universidade Federal do Paraná. Fez mestrado nessa instituição e doutorado na Universidade de São Paulo.

Entre todo o conjunto de sua obra, vasta em gêneros e número, publicou para o público infantil e juvenil:

Admirável ovo novo, literatura infantil, 1993, Editora Braga (reeditado pela Editora Positivo, em 2011, com ilustração de Maurício Negro);

O anjo rouco, novela juvenil, 1994, Editora Braga (reeditado pela Editora Positivo, em 2001, com ilustrações de Laurent Cardon);

Introdução à arte de ser menino, poesia, recebeu o Prêmio Cruz e Sousa de literatura, 1996, Fundação Catarinense de Cultura Edições;

Paisagem com menino e cachorro, novela juvenil, 1997, Editora Braga;

A casa do dilúvio, literatura infantil, 1998, Editora do Brasil;

No vale dos sentidos, romance juvenil, 1999, Editora do Brasil;

Espelho espelho, literatura infantil, 2000, Editora Nova Didática;

Visita à baleia, literatura infanto-juvenil, 2012, Editora Positivo, com ilustrações de Nelson Cruz.


Referência

http://pauloventurelli.wordpress.com/biografia/ acesso em 19/12/2012. 


BIBLIOGRAFIA